WhatsApp Image 2021-12-24 at 08.05.16

Adultos, jovens e crianças acompanharam de perto o espetáculo, que finalizou primeira parte da programação artística do Natal de Águas e Luzes

O Natal pode ganhar muitos rostos este ano. Poderia ser o rosto de uma criança sorrindo, de um adulto compartilhando um abraço, mas na noite desta quinta-feira (24), no Gramadão da Vila A, no encerramento da primeira parte da programação do Natal de Águas e Luzes, ele ganhou um rosto diferente.

Dona Shirley Terezinha Sisli, que levou filhos adultos e netos ao local para acompanhar o espetáculo, era o significado do Natal em pessoa. “Eu já vi muita coisa na vida, mas nada igual a isso”, disse, emocionada, ao aplaudir os artistas que estavam no palco. Para ela, este ano a data vai ter um significado ainda maior. “A gente passou por muita coisa e, agora, celebrar o Natal tem um gosto de liberdade, de recomeço”.

O mesmo sentimento foi compartilhado por Jocileia Gonçalves, moradora do Jardim Ipê. Acompanhada da família, foi assídua frequentadora do Gramadão durante a programação de Natal. “Vim quatro vezes e sempre ficava pensando em voltar. Todo mundo adorou. Acho que tem a ver com o sentimento do reencontro, que todos estamos sentindo”.

No palco, 50 artistas davam vida à história criada pela Cia Felchak especialmente para a cidade, onde foi possível incluir entre criaturas encantadas, figuras como o quati, a onça pintada, guarás e borboletas. “A natureza de todos nós é a metamorfose”, dizia parte de um poema dividido com o público. Nos telões instalados no palco, imagens projetadas remetiam à rica fauna e flora da cidade.

Os artistas intercalaram dança, teatro e performances circenses. Enquanto o público acompanhava atento cada movimento. Manobras aéreas alusivas a quedas d’água, e flores ganharam vida. “Achei tudo muito bonito, muito diferente”, disse a pequena Ana Velasques, de 9 anos, que veio  de Ciudad del Este acompanhada da mãe e de amigos.

Com a chegada do Papai Noel, as luzes de todo o Gramadão foram acesas e os aplausos não deixaram ninguém sentado.

Entre os artistas, até para os que já estavam acostumada com o público a emoção foi visível. “Estar de volta ao palco para qualquer artista, depois de tantas dificuldades, é maravilhoso. Esse espetáculo é resultado da contribuição de todos. Por isso, a alegria não é somente de quem vê na plateia, é também de quem faz”, disse a bailarina Ana Laura Coutinho.  

Shows

Após 21 dias de shows de música, dança, apresentações de orquestras, corais, a programação do Natal de Águas e Luzes encerra sua primeira parte, para retornar dia 28 de dezembro com atrações no palco da Praça da Paz.

No Gramadão, a decoração permanece instalada até dia 5 de janeiro, assim como a roda gigante (apenas com horários especiais no Natal e Ano Novo). As Feirinhas de Natal em ambos espaços também darão uma pausa, retornando dia 26 de dezembro, seguindo até dia 30, e retomando de 2 a 5 de janeiro, sempre a partir das 17 horas.   

O Natal de Águas e Luzes de Foz do Iguaçu é uma iniciativa da Prefeitura de Foz do Iguaçu, Itaipu Binacional, Fundo Iguaçu, Fundação Cultural e parceiros.

fotos Marcos Labanca